Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Corrado Malanga

Alguns aspectos das espécies alienígenas que nos visitam

Há relatos indicando que os aliens que nos visitam vêm, inclusive, de outros universos e que seu interesse nada tem a ver com a Terra, mas com nossa alma. Quem são eles?

Categoria: PESQUISA | REFLEXÕES | RELATOS | TELEPATIA | TIPOLOGIA EXTRATERRESTRE

Desde a década de 50, quando começaram os relatos dos contatados, a tipologia alienígena tem sido questão de debate. Se acreditamos no que dizem estas pessoas e os abduzidos, nossos visitantes são muitos, vêm de diferentes planetas, galáxias e até universos, motivados pelos mais diferentes objetivos. Em nossos estudos, encontramos que o ser humano é um grande desafio para essas raças.

Segundo os relatos dos numerosos abduzidos com quem conduzimos mais de 3.500 sessões de hipnose regressiva, essas raças que chegam até aqui não têm alma, ou o que chamo de “a parte anímica” da consciência, algo que procuram desesperadamente para se tornarem imortais. Para isso, uniram-se tecnologicamente a outras espécies, com quem não são afins, para produzirem algum tipo de mecanismo ou aparelho que consiga extrair a alma humana e fixá-la em um corpo não humano.


Unidos nesse propósito nada benéfico a nós estão os grays [Cinzas] baixos, com aproximadamente 1,2 m de altura, que possuem três dedos e um polegar opositor, assim como o dos humanos. Esses seres exalam um odor desagradável e são cobertos ou ungidos por uma substância fluorescente, parecida com a fluoresceína, que provavelmente lhes serve de alimento.

Tais criaturas pequeninhas têm olhos sem pálpebras, são completamente pretos, escuros. Existem diferentes tipos deles, alguns parecendo também com robôs biológicos. São eles que fazem o trabalho braçal durante as abduções e, como são fotossensíveis, em seu ambiente há sempre uma luz baixa, escura e azulada que serve, ao que parece, para aumentar a capacidade de absorção de fótons de sua pele — graças a esses fótons eles provavelmente sobrevivem por meio de algum tipo de fotossíntese.

Outra raça que faz parte desse plano são os aliens do tipo serpente, como eu os chamo, ou reptilianos, como dizem outros pesquisadores. Eles são uma espécie de crocodilos bípedes com a cauda curta, pupila vertical e pterígio, ou seja, uma membrana que fecha o olho de baixo para cima, como a dos gatos. Suas orelhas são pequenas e podem se fechar por dentro, traço clássico de um anfíbio, e têm mãos com cinco dedos angulados, sendo um deles uma espécie de unha, no pulso e no jarrete, como o dedo de uma galinha ou de uma ave de rapina.

Outras espécies


Sempre ao lado dos anfíbios, serpentes ou reptilianos, como prefiram chamá-los, encontram-se seres que são chamados de loiros, mas que na realidade são ruivos, com cabelos vermelhos escuros ou claros, em vários tons, que usam um macacão justo azulado, claro ou escuro, que tem no lado esquerdo do peito um símbolo em forma de ângulo duplo, que se parece muito com o compasso e o esquadro da Maçonaria.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 256
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.