Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Dan D. Farcas, Ph.D.

Hipercivilizações extraterrestres e sua presença secular na Romênia

Ao longo dos séculos, a Romênia tem sido palco de fenômenos inexplicáveis, muitos deles relacionados a avistamentos de UFOs e seres humanoides. Tais fatos apresentam uma imensa variedade de características que contrariam totalmente nossa lógica e maneira de ver a realidade, obrigando-nos a ampliar nossos paradigmas.

Categoria: ANTIGUIDADE | AVISTAMENTOS | CARACTERÍSTICAS ALIENÍGENAS | INVESTIGAÇÃO | TECNOLOGIA ALIENÍGENA
crédito: DAN FARCAS
ampliar
menos três bilhões de anos para que as mutações randômicas aconteçam e para que as mudanças ambientais possam produzir a imensa variedade de vida, como a que vemos aqui na Terra. Em novembro de 2013, astrônomos estimaram
SAIBA MAIS
Abdução em Pontoise, um caso com várias estranhas nuances A verdade jamais revelada sobre a abdução de Rivalino Mafra Avistamento em Orcadas

O Fenômeno UFO é real. Os muitos avistamentos inexplicáveis e similares entre si e seu comportamento, evidentemente inteligente, indicam que não estamos lidando com algo natural. Esta é uma situação que, aparentemente, vem acompanhando a humanidade por toda a sua existência. UFOs deixam traços em lendas, histórias folclóricas, tradições xamânicas, em religiões e em muitos textos antigos. Podemos encontrar estas evidências em todos os lugares do mundo e, claro, também nos avistamentos, tradições e crenças de várias regiões da Romênia, como Transilvânia, Moldávia, Valáquia, Maramures, Banato etc.

Ninguém sabe com certeza absoluta qual é a origem do Fenômeno UFO. O que temos são apenas teorias e hipóteses. Neste texto, peço a permissão do leitor para apresentar uma das muitas possíveis explicações para ele. A ideia se baseia na hipótese extraterrestre, porém tenta ir além de sua descrição tradicional. Apenas na parte do universo acessível aos nossos instrumentos há, pelo menos, 150 bilhões de galáxias — e se falarmos da Via Láctea, a nossa galáxia, nos deparamos com o incrível número de 200 bilhões de estrelas. Mas temos razões para acreditar que o universo não seja um único, ou seja, pode haver muitos outros, talvez paralelos, talvez compostos por outros tipos de matéria, talvez parte de um multiverso.

Com o passar do tempo aumenta o número de especialistas que admite que os componentes básicos da vida estão viajando pelo espaço, “infectando” imediatamente todos os planetas onde encontrem condições adequadas. Mas, uma vez “infectado”, as condições favoráveis daquele planeta devem persistir por pelo menos três bilhões de anos para que as mutações randômicas aconteçam e para que as mudanças ambientais possam produzir a imensa variedade de vida, como a que vemos aqui na Terra. Em novembro de 2013, astrônomos estimaram que apenas em nossa galáxia pode haver cerca de 11 bilhões de planetas do tamanho do nosso orbitando zonas “habitáveis” de estrelas parecidas com o Sol e fornecendo as condições básicas para o surgimento de vida. E, em alguns casos, a vida complexa pode dar origem a civilizações tecnológicas, e isso significa seres inteligentes capazes de construir espaçonaves para viajar para outros planetas.

Civilizações tecnológicas

Mas quantas civilizações assim podem existir em nossa galáxia? Existem muitas estimativas sobre isso, começando com a fórmula do astrônomo Frank Drake, proposta em 1961.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 257
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.