Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO DE CAPA

Por Mário Rangel

Sequestros alienígenas registrados no Brasil

O ser extraterrestre disse ainda que ele e os demais eram de paz, que a humanidade estava muito desorganizada e que voltariam. Em seguida, Nádia Narzalle estava novamente no chão e já não havia nenhum objeto suspenso no ar. A abdução acabou

Categoria: ABDUÇÕES | HIPNOSE REGRESSIVA | MONITORAÇÃO EXTRATERRESTRE | REFLEXÕES | RELATOS

Mensagem do Editor — Nosso país tem incontáveis ocorrências de abduções praticadas por outras inteligências cósmicas, que vêm sendo registradas e investigadas há mais de seis décadas pelos pioneiros da Ufologia Brasileira e as gerações seguintes. Na literatura ufológica mundial, por exemplo, o primeiro caso de sequestro de um humano por extraterrestres ocorreu em Minas Gerais, no final dos anos 50, quando o então agricultor Antonio Villas Boas foi levado a bordo de uma nave e lá forçado a ter uma relação sexual com uma alien. De lá para cá, os casos abundam em todas as partes do Território Nacional.

O texto que se verá a seguir é uma compilação de partes do livro Sequestros Alienígenas: Investigando Ufologia com e sem Hipnose, cuja segunda edição acaba de ser lançada pela coleção Biblioteca UFO. A obra, de autoria do veterano ufólogo e especialista em abduções Mário Nogueira Rangel, conta com dezenas de casos de brasileiros levados para dentro de discos voadores e até a outros planetas, todos investigados com elevado rigor científico. Alguns episódios são estarrecedores e nunca registrados em outras partes do mundo. Conheça nas páginas a seguir alguns dos acontecimentos mais marcantes constantes de seu trabalho.

Caso Nádia
A manicure que foi levada a um local desconhecido por seres extraterrestres

Na noite de 01 de abril de 1982, Nádia Marzalle, 32 anos na época, esteve no consultório do pioneiro ufólogo brasileiro Max Berezovsky, médico, onde foi hipnotizada por mim. Era naquele local onde realizamos juntos inúmeras investigações ufológicas, muitas com a aplicação de hipnose regressiva para resgatar memórias bloqueadas por abdutores alienígenas, algo chamado missing time ou sensação de tempo perdido. Nascida em 25 de dezembro de 1949, de instrução primária e sangue tipo O positivo, Nádia havia escrito para a locutora Xênia Bier, da Rádio Capital, de São Paulo, contando suas lembranças fragmentadas de uma experiência extraterrestre. Xênia encaminhou a carta à Associação de Pesquisas Exológicas (APEX), dirigida por Berezovsky, e uma semana antes ele, sua esposa Esther, a enfermeira dona Mercedes e eu tínhamos procurado Nádia em sua casa, em um bairro distante, quando nos contou um estranho episódio que lhe ocorreu em julho de 1968 ou 1969 — ela não se lembrava ao certo da data.

 

 

crédito: MÁRIO RANGEL
Nádia Marzalle, então com 32 anos, presta depoimento ao doutor Max Berezovsky. Ela foi levada a um possível mundo alienígena
Nádia Marzalle, então com 32 anos, presta depoimento ao doutor Max Berezovsky.
Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.