Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ARTIGO

Por Revista UFO

Virgem Maria e UFOs na arte medieval: uma estranha conexão

Há inúmeras pinturas e gravuras antigas que mostram o que parecem ser modernos e tecnológicos discos voadores. A presença desses artefatos retratados na arte medieval sempre encontra uma explicação não muito convincente por parte dos acadêmicos. Mas, a se julgar pelos inúmeros registros pictóricos de nossa história, alienígenas já estão aqui há muito tempo.

Categoria: ANJOS E SANTOS | EVIDÊNCIAS FÍSICAS | UFOs E RELIGIOSIDADE | UFOs NA IDADE MÉDIA
crédito: Gravura atribuída a Sebastiano Mainardi, Jacopo del Sellaio ou Filippo Lippi, exposta na Sala Hércul
ampliar
SAIBA MAIS
UFO fotografado em deserto norte-americano? Luz Andeja: Um mistério secular no interior do país Entrada para mundos desconhecidos

As manifestações artísticas fazem parte do espírito humano e foram, durante muitos milênios, a única forma de registro histórico existente. Em paredes de cavernas ou em grandes rochas expostas ao Sol, nossos ancestrais registram informações sobre a fauna e a flora de suas regiões, retrataram suas atividades diárias e, também, registraram fenômenos naturais e coisas vistas no céu. O firmamento, aliás, é um dos temas mais recorrentes ao longo do tempo, e embora cada povo tenha mostrado o Sol, a Lua e as estrelas de sua maneira particular, todos eles o fizeram.

 

Mesmo depois da invenção da escrita o registro por imagem continuou sendo — e ainda é — uma das melhores formas de se mostrar ao mundo, e à posteridade, grandes acontecimentos, os costumes, a moda, as personalidades e também estranhos objetos que eventualmente frequentavam os céus da cada época. Hoje, quase todos temos um telefone com câmera para registrar nosso dia a dia, mas antigamente isso era feito pelos pintores. E o que eles deixaram para a posteridade fascina e impressiona.

 

Foi justamente para ver um desses famosos registros de estranhos objetos vistos no céu que este autor, em 14 de dezembro de 2014, foi até a Sala Hércules do Palazzo Vecchio — ou Sala dos Super-Heróis dos Médici, como prefiro chamá-la —, na belíssima cidade de Florença, na Itália. Eu não estava lá para olhar o herói grego e seus trabalhos sobre-humanos brilhantemente ilustrados no teto, como uma graphic novel renascentista, para deleite dos ricos e famosos florentinos de então. Estava lá para ver uma pequena pintura do início do século XVI intitulada de Nativitá, criada entre 1510 e 1520. 

 

UFO, anjo ou o Espírito Santo?

 

Não se sabe quem a pintou, mas historiadores da arte a atribuem a Sebastiano Mainardi, Jacopo del Sellaio ou Filippo Lippi. Ela foi primeiro exposta no Convento de Sant Orsolo, no distrito de San Lorenzo, em Florença, e isso é tudo o que se sabe sobre o quadro. Mas o que interessa é que a pintura parece mostrar um UFO pairando no céu, além de um homem e seu cão parados, em pé, sobre uma colina, ambos olhando para cima — a mão do homem está protegendo seus olhos e ele está aparentemente intrigado sobre aquele objeto flutuante. Em primeiro plano, a Virgem Maria, de costas para aquela coisa no céu, sorri com reverência para os dois primos sagrados, o bebê João, que se tornaria o Batista, e o bebê Jesus, que se tornaria o Cristo.

 

O quadro não é uma peça de arte importante e foi preciso pedir ajuda a dois guardas do local para conseguir localizá-la no palácio, e não há uma reprodução impressa da tela Nativitá à venda na loja do museu.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 258
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.