Revista UFO - Portal da Ufologia Brasileira - A mais antiga revista sobre discos voadores do mundo

ENTREVISTAS

Por Thiago Luiz Ticchetti

Nick Pope: A abertura ufológica é um fato, mas nunca se saberá toda a verdade sobre os UFOs

Categoria: LIBERDADE DE INFORMAÇÃO | SEGREDOS GOVERNAMENTAIS
crédito: Marco Antonio Frederico
ampliar
Pope acabou convencido de sua realidade através das pesquisas que fez da manifestação ufológica na Inglaterra
SAIBA MAIS
A constante presença alienígena em nossos mares e oceanos A verdade sobre os encontros de presidentes americanos com aliens Estamos sendo visitados por mais de 80 espécies alienígenas

Autor consagrado, conferencista requisitado e personalidade das mais conhecidas dentro da Ufologia Mundial, o inglês Nick Pope tem ainda um título inusitado: foi durante anos o responsável pelo projeto oficial de investigações ufológicas do Ministério da Defesa (MoD) britânico, o UFO Desk, até que fosse desativado em dezembro de 2009, sem uma explicação razoável e deixando a comunidade ufológica internacional suspeita. A princípio cético quanto ao Fenômeno UFO, Pope acabou convencido de sua realidade através das pesquisas que fez da manifestação ufológica na Inglaterra e, principalmente, por ter acesso aos documentos oficiais de seu governo, que asseguravam que o assunto era sério, verdadeiro e merecia atenção das áreas de Defesa e de Segurança Nacional — especialmente quando as testemunhas envolvidas são militares, pilotos ou quando os discos voadores são captados pelos radares.

 

O UFO Desk — ou simplesmente Projeto UFO, como era chamado — tinha suas raízes datadas do início da década de 50, quando foi estabelecido por iniciativa do consultor-chefe de Ciências inglês, sir Henry Tizard, para quem os avistamentos de UFOs não deveriam ser descartados sem um estudo científico apropriado. E assim, o Projeto UFO investigou a ação de naves alienígenas, às vezes com tripulantes, dos anos 50 até 2009, recebendo mais de 10.000 relatos de testemunhas. Durante todos esses anos os objetivos do projeto não mudaram muito: sua política sempre foi investigar as observações informadas para ver se havia alguma evidência de ameaça à Grã-Bretanha — ou se algum dado advindo das pesquisas poderia ser usado para fins científicos ou militares.

Visão remota e fantasmas

Quando foi desativado, um anúncio do governo dava conta de que o Projeto UFO não encontrou evidências de ameaças nos relatos e menos ainda subsídios científicos para se continuar a tarefa. “É evidente que o projeto nunca foi verdadeiramente fechado e que continua ativo, porém agora secreto”, declarou, entre outros, o ufólogo inglês Gary Heseltine, policial de Sua Majestade. Para ele, como para muita gente da Comunidade Ufológica Mundial, o Projeto UFO sempre teve uma face pública e outra, bem mais séria, secreta. Isso não muda o posicionamento de Nick Pope. “Ter um projeto de pesquisa ufológica não significa que o MoD acredite que estamos sendo visitados por extraterrestres”, esclareceu. Para ele, a existência do projeto simplesmente refletia o fato de que os ingleses estavam de olho em seu espaço aéreo. “Como nos Estados Unidos, que tinham o Projeto Blue Book, nós tínhamos o Projeto UFO, embora com recursos muito menores, mesmo que com metodologia virtualmente idêntica”.

Atenção
Para continuar lendo este artigo, você deve se cadastrar no Portal UFO.
O cadastramento é gratuito e dá acesso a todo o conteúdo do site. Basta clicar aqui.
Caso já tenha cadastro, conecte-se na home do site ou clique aqui.
ENQUETE
  GENIAIS.COM   
Edição 257
Sumário Edições anteriores

CENTRAL DE ATENDIMENTO

(67) 3341-8231
Horário: das 09h00 às 18h00, de segunda a sexta (exceto feriados)

FORMAS DE PAGAMENTO

Formas de pagamento

NOTÍCIAS MAIS VISUALIZADAS

+ NOTÍCIAS
2011 © Editora Evolução Ltda.
Todos os direitos reservados. Termos de Uso. Declaração de privacidade.